Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Depois de seis dias, rapaz é resgatado no Pico Paraná

Compartilhe:
b7cead8d-7ce6-44d3-ae6b-76392768477f

Um homem de 28 anos, foi resgatado com ferimentos após passar seis dias desaparecido no Pico Paraná, em Campina Grande do Sul. Mais de 80 pessoas participaram da operação de buscas que durou mais de 120 horas. Entre elas estavam bombeiros militares do Grupo de Operações de Socorro Tático (Gost) e voluntários do Corpo de Socorro da Montanha (COSMO) e da Federação Parananense de Montanhismo, além de aeronave do Batalhão da Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA).

Equipamentos como drones também ajudaram no resgate considerado histórico por todos envolvidos.

De acordo com informações do Gost, no dia 6 de setembro, um grupo de três pessoas acessou a fazenda do Pico Paraná com o intuito de fazer uma subida até o morro do Getúlio. Após realizar a atividade o grupo se separou e o homem decidiu ir sozinho até o Pico Paraná. No dia 7 de setembro, o restante do grupo retornou à base do Pico Paraná e por volta das 16 horas acionou o Corpo de Bombeiros sobre o desaparecimento. “Após atividades georreferenciadas e monitoramento das trilhas principais e acessórias, na data de 12 de setembro no meio da manhã a equipe insistia em local de dificil acesso com chamada verbal e com apitos, sendo respondido pela vítima, que foi localizada com vida”, diz comunicado do Gost. Ele teria caído de uma altura de 10 metros e por isso estava ferido. Após estabilização e atendimento as equipes realizaram o resgate da vítima e encaminhamento ao hospital.

A região do Pico Paraná conta com áreas de floresta fechada e caminhos alternativos bem como o risco de quedas. Assim, pessoas inexperientes podem se perder facilmente. Além dos perigos com acidentes, também há a possibilidade de hipotermia devido as chuvas e baixas temperaturas.

Fonte: Portal Bem Paraná.

Deixe seu comentário: